artroscopia

Artroscopia no joelho, saiba o que é e como é realizada?

Artroscopia no joelho, saiba o que é e como é realizada? – A cirurgia do joelho é um tabu para a maioria das pessoas. Quando machucamos o joelho, a primeira pergunta é: Será que vou ter que operar?
Muitas pessoas já se fizerem essa pergunta, mas antes de se falar em cirurgia, devemos procurar um médico especialista que fará um diagnóstico do caso, levando em conta a individualidade, histórico e necessidade de cada paciente.

O que é e como é feita uma artroscopia no joelho?

A Artroscopia, popularmente conhecida como cirurgia artroscópica, é um procedimento que nos permite tanto analisar ligamentos, cartilagem, meniscos e outras estruturas da articulação do joelho, quanto para tratar possíveis lesões. É realizado com o uso de um artroscópio, que é um minúsculo instrumento cirúrgico com uma luz e uma câmera na extremidade que é inserida no joelho.

Quando é necessário fazer cirurgia artroscópica no joelho?

A artroscopia poderá ser solicitada pelo médico quando o paciente apresentar uma condição dolorosa que não está respondendo a um tratamento não cirúrgico, como medicamentos, injeção de cortisona ou fisioterapia.

Quais os tipos de lesões no joelho podemos diagnosticar e tratar através da cirurgia artroscópica?

  • Ruptura dos ligamentos cruzados anteriores ou posteriores;
  • Lesões no menisco;
  • Deslocamento da patela;
  • Desgaste da cartilagem;
  • Remoção de um cisto de Baker
  • Fraturas nos ossos do joelho
  • Sinóvia inchada (o revestimento da articulação)

Veja também:

Benefícios em dobro: musculação para corredores de rua
O que é Condromalácia Patelar?
O que é Wushu?

Qual a preparação necessária para a artroscopia no joelho?

Quando a sua artroscopia for marcada, o seu médico irá lhe orientar sobre todo o processo, e também, como se preparar para a artroscopia. É de extrema importância que você comunique seu médico sobre todos os medicamentos que você toma, e também, os problemas de saúde.

O que você deve comunicar:

  • Se é alérgico a algum medicamento, incluindo anestésicos;
  • Se toma remédios regularmente;
  • Se tem problemas de saúde
  • Se tem ou teve algum problema vascular como trombose ou hemorragias
  • Se está grávida
  • Se tem ou já teve alguma infecção na no joelho

Seu médico irá avaliar quais remédios você poderá continuar tomando, e caso seja necessário, irá lhe orientar caso algum deva ser interrompido antes da cirurgia.
Em alguns casos, o médico poderá prescrever um analgésico para qualquer desconforto que você possa sentir após a cirurgia, neste caso, é importante que você já tenha o mesmo disponível após o procedimento.

Qual o tipo de anestesia utilizada na artroscopia?

Seu médico irá utilizar a anestesia que melhor se adequa à você, dentre elas temos:

  • Anestesia  local (entorpece apenas o joelho);
  • Anestesia Rack (entorpece você da cintura para baixo);
  • Anestesia geral (coloca você completamente para dormir).

Quais são os riscos associados a uma artroscopia no joelho?

Qualquer cirurgia pode oferecer riscos, mesmos que sejam mínimos. A maioria das cirurgias apresentam riscos como:

  • Sangramento excessivo durante o procedimento;
  • Infecção no local da cirurgia;
  • Dificuldades respiratórias causadas pela anestesia;
  • Reação alérgica à anestesia ou outros medicamentos administrados durante a cirurgia.

No caso da artroscopia no joelho, os riscos mais comuns são:

  • Sangramento dentro da articulação do joelho;
  • Formação de um coágulo sanguíneo na perna;
  • Infecção dentro da articulação;
  • Rigidez no joelho;
  • Lesão ou dano à cartilagem , ligamentos, menisco, vasos sanguíneos ou nervos do joelho

Como é a recuperação após uma artroscopia do joelho?

Devido ser um procedimento minimamente invasivo e oferecer menores riscos durante a recuperação do paciente, a recuperação poderá variar de acordo com a gravidade de cada caso e complexidade do procedimento executado, mas, na maioria das vezes, oferece um tempo de recuperação menor do que uma cirurgia tradicional.

Alguns procedimentos como a utilização de bolsa de gelo e manter a perna elevada, poderão ajudar a diminuir o inchaço e a dor.

Após uma avaliação pós cirúrgica, o seu médico poderá lhe orientar a fazer exercícios e sessões de fisioterapia para restaurar a força muscular e restaurar a amplitude total do movimento.